Desejar viver
Desejar viver é antes de tudo mergulhar na descoberta de se ver a cada dia de uma maneira diferente. Um poeta me disse que: A criança vê a vida como uma grande possibilidade de descobertas. O adolescente traz em si a possibilidade de algumas descobertas, mais muitas possibilidades de problemas. O jovem quer ainda descobrir muitas coisas, mas seu ponto forte é acreditar que tem a capacidade de lutar e resolver os problemas. O adulto pensa que já descobriu tudo, que tem muitos problemas e que o mundo do trabalho não lhe dá tempo para resolvê-los.
Ir. Rosane Cordeiro Fiúza Discípulas de Jesus Eucarístico
É por isto que o poeta encontra tantas maneiras de falar da vida! De falar do coração e de passear com sua poesia nas várias fases e descobertas da vida; é por isto que o sábio aprende tanta coisa! Porque na verdade ele está aberto ao Criador e com Ele aprende as lições da vida, as lições do Amor! O poeta disse ainda que o importante não é em que fase da vida estamos e sim como estamos. O importante é se ver a cada dia de uma maneira diferente, é saborear nossas descobertas que são a fonte de todo nosso crescimento. Olha a cada dia para dentro de ti, assume tua vida. Assumindo-te e olhando-te com um olhar contemplativo para dentro de ti mesmo, verás que o poeta e o sábio estão dentro de ti.
O idoso acha que ainda tem muito a descobrir, que já não tem a força e o vigor do jovem, mas tem experiência para ajudar o adolescente e o adulto com seus problemas. Disse-me também que: A sabedoria não é um dom nato e sim adquirido, ninguém nasce sábio como ninguém nasce poeta. O sábio é sensível às lições da vida, o poeta é sensível a tudo que rege a vida, mas todo sábio tem um pouco de poeta e todo poeta tem um pouco de sábio. E o poeta continuou: A vida para muitos é apenas uma aventura; para outros uma grande brincadeira e alguns a tem como uma grande ilusão, mas há também aqueles que vivem a vida como dom maior, acolhem-na, abraçam-na e com ela caminham, simplesmente porque descobrem que a vida é mais que uma aventura, que uma brincadeira ou uma ilusão. Descobrem que o Dom da vida é a manifestação Daquele que a criou e a infundiu em nós. A criação nunca terminou. Deus nos criou e nos deu a capacidade de nos ver cada dia diferentes.